A

Sobre o Centro Lemann

NOSSO MANIFESTO

Nós acreditamos que a educação é a base de toda sociedade. Somente por meio dela é possível vislumbrar um futuro que assegure a cada indivíduo alcançar seu pleno potencial.

Fazer com que o direito à educação de qualidade seja garantido para todas e todos é um grande desafio. Diante do complexo cenário brasileiro, a escola, muitas vezes, potencializa as desigualdades, no lugar de equalizá-las. E a trajetória torna-se mais difícil para quem enfrenta maiores obstáculos.

Somos diferentes, precisamos ser tratados de formas diferentes. Para permitir que cada pessoa aprenda, é preciso levar em consideração o que cada uma delas necessita para desfrutar plenamente a sua experiência educacional.

Isto significa:

  • perceber e se importar com cada indivíduo;
  • apoiar cada um(a), de acordo com as suas necessidades;
  • identificar e corrigir desigualdades;
  • valorizar as diversidades;
  • proporcionar igualdade de oportunidades educacionais;
  • garantir o desenvolvimento integral de todas(os) as(os) estudantes.

Acreditamos que lideranças conscientes, redes engajadas e escolas potentes são capazes de promover trajetórias escolares e aprendizagem igualmente potentes, para garantir que cada estudante voe mais alto e chegue aonde deseja. 

QUEM SOMOS

Nascemos em 2021 sob o paradigma de que todas as pessoas são capazes de aprender, independentemente dos seus contextos e características pessoais. 

Somos o Centro Lemann de Liderança para Equidade na Educação, uma organização independente, apartidária e global, idealizada pela Fundação Lemann e inspirada pelo município de Sobral, no Ceará. Nossa missão é promover aprendizagem com equidade na educação básica, por meio da formação de lideranças educacionais e do fomento à pesquisa aplicada. 

Atualmente, integramos o ecossistema de organizações apoiadas pela Fundação Lemann formado por organizações que trabalham em causas conectadas e temas que dialogam com os pilares da Fundação, caminhando na direção de um Brasil mais justo e avançado. São financiadas e cofinanciadas organizações, redes e iniciativas, fortalecendo a gestão de organizações ou redes, disseminando conhecimento e fazendo advocacy por políticas públicas de educação e gestão de pessoas.

Promover equidade na educação significa diferenciar o que cada estudante precisa e garantir direitos e oportunidades na medida da sua necessidade, a fim de reparar desigualdades e assegurar aprendizagem e desenvolvimento integral de qualidade para todas(os) e para cada uma e cada um.

Missão

Promover aprendizagem com equidade na educação básica, em contextos de desigualdade, por meio da formação de lideranças educacionais e do fomento à pesquisa aplicada.

Visão

Ser reconhecido, nacional e internacionalmente, como centro de excelência em pesquisa e formação de lideranças capazes de promover equidade na educação.

Princípios

  • altas expectativas;
  • excelência;
  • rigor científico;
  • inovação;
  • convergência;
  • resiliência

O Centro Lemann no Brasil

A proposta de criar um Centro Lemann no Brasil surge do diálogo entre o presidente da Fundação Lemann, Jorge Paulo Lemann, e o ex-prefeito de Sobral, Veveu Arruda. A iniciativa parte do desejo de ver florescer um centro global de excelência no País, inspirado na experiência de Sobral, para contribuir com a garantia de aprendizagem com qualidade e equidade na educação básica.  

Os demais Centros Lemann estão ligados a algumas das melhores universidades do mundo, como Stanford, Columbia, Oxford e Illinois, e produzem conhecimentos e evidências de ponta sobre e para o Brasil, além de contribuir com a formação de lideranças brasileiras em nível de pós-graduação. Já nós, do Centro Lemann de Sobral, colaboramos com diferentes universidades e centros de pesquisa, dentro e fora do País, e desenvolvemos um programa não acadêmico de formação de lideranças educacionais, voltado para transformar as suas atitudes e práticas cotidianas.

Centros Lemann pelo mundo

Nossa inspiração

O município de Sobral nos serve de exemplo. Apesar de lidar com uma realidade socioeconômica desafiadora, conseguiu transformar sua educação pública de maneira inequívoca e sustentável, por meio de ações que garantiram aprendizagem de qualidade com equidade para todos e todas. No ano 2000, 49% das(os) estudantes da rede municipal aprendiam a ler na idade certa, percentual que passou para 92% já em 2004.

Dentre as muitas lições que aprendemos com Sobral, algumas inspiram as nossas ações de forma mais contundente, como: 

  • a desnaturalização do fracasso escolar e da desigualdade educacional;
  • a estabelecimento de forte compromisso político;
  • a definição de objetivos e metas claros e comuns;
  • a construção de espírito de rede;
  • o fortalecimento e empoderamento das lideranças educacionais;
  • a eficiência na gestão;
  • o reconhecimento dos atores envolvidos;
  • a busca de evolução permanente.

Nossa ideia não é reproduzir o modelo de Sobral em outras regiões do País, mas disseminar os princípios e aprendizados gerados pelo município, a fim de inspirar outras redes de educação a avançarem, considerando seu próprio contexto, desafios e possibilidades.

Margem esquerda do rio Acaraú, Sobral (CE).

COMO ATUAMOS

Nossa atuação se dá por meio de dois programas, construídos com base em evidências e a partir da escuta e colaboração de diferentes atores e organizações provenientes das cinco regiões brasileiras e de outros países.

O Programa de Formação de Lideranças Educacionais destina-se a secretárias(os) de educação, técnicas(os) que acompanham as escolas e diretoras(es) escolares. Buscamos apoiar essas(es) profissionais a repensar suas crenças, valores e atitudes, ampliar seu compromisso com a equidade, desenvolver visão sistêmica e fortalecer sua capacidade técnica na área da gestão, com foco prioritário para as questões pedagógicas. Nossa ambição é chegar a todas as redes de ensino do Brasil em um prazo de 15 anos, além de compartilhar conhecimentos e realizar parcerias com países que enfrentam dificuldades semelhantes às nossas.

O Programa de Pesquisa Aplicada tem como objetivo apoiar pesquisadores e centros de pesquisas nacionais e internacionais a realizar estudos de ponta, que indiquem evidências e soluções efetivas para redução das desigualdades educacionais. Também busca apoiar a construção e adoção de indicadores voltados a avaliar e dar visibilidade a resultados relacionados à promoção de equidade na educação. 

Ambos os programas iniciaram suas atividades em 2022.

Teoria da Mudança

Referência importante para orientar o planejamento e medir o impacto das nossas ações, a nossa Teoria da Mudança aponta como principal aspiração assegurar que a equidade na educação se torne uma agenda prioritária em nível nacional e global, propiciando uma redução significativa das desigualdades intra e entre escolas e redes públicas de educação.

Confira neste link o caminho que pretendemos trilhar para atingir esse nosso propósito central

QUEM FAZ

Anna Penido

Anna Penido

Diretora-executiva

Maria Cecília Piccoli

Maria Cecília Piccoli

Assistente da direção

Ana Lemos

Ana Lemos

Gestora de operações

Beatriz Venancio

Beatriz Venancio

Financeiro

Ricardo Barroso

Ricardo Barroso

Assistente administrativo

Camila Aragón

Camila Aragón

Gestora de comunicação e parcerias

Maria Clara Matos

Maria Clara Matos

Analista de comunicação e parcerias

Franklin Ferreira

Franklin Ferreira

Analista de comunicação e parcerias

Alejandra Meraz Velasco

Alejandra Meraz Velasco

Gestora do Programa de Pesquisa Aplicada

Maria Helena Santos

Maria Helena Santos

Analista de projetos | Programa de Pesquisa Aplicada

Thais Oliveira Guerra

Thais Oliveira Guerra

Analista de projetos | Programa de Pesquisa Aplicada

Yasmin Melo

Yasmin Melo

Analista de projetos | Programa de Pesquisa Aplicada

Thais Barcellos

Thais Barcellos

Analista de projetos | Programa de Pesquisa Aplicada

Rogers Mendes

Rogers Mendes

Gestor do Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Jamille Caldas

Jamille Caldas

Coordenadora de mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Rita Jobim

Rita Jobim

Coordenadora pedagógica | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Andrea Menella

Andrea Menella

Soluções logísticas | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Juliana Mangussi

Juliana Mangussi

Monitoramento e avaliação | Programa de Formação de Lideranças

Natália RIbeiro

Natália RIbeiro

Programa de Formação de Lideranças

Leticia Serafim

Leticia Serafim

Programa de Formação de Lideranças

Carina Toledano

Carina Toledano

Metodologias e conteúdo | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Felipe Menhem

Felipe Menhem

Metodologias e conteúdo | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Isabela Nunes

Isabela Nunes

Metodologias e conteúdo | Programa de Formação de Lideranças

Ana Paula Bastos

Ana Paula Bastos

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Caroline Vieira

Caroline Vieira

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Cristiane Carvalho

Cristiane Carvalho

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Elisangêla Pires

Elisangêla Pires

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Renato Oliveira

Renato Oliveira

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Paulo Roberto Mendes Jr.

Paulo Roberto Mendes Jr.

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Rodolfo Santos

Rodolfo Santos

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Stella Lobo

Stella Lobo

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Ticiane Maria Silva

Ticiane Maria Silva

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Taciana Ferreira Vaz

Taciana Ferreira Vaz

Mobilização e mentoria | Programa de Formação de Lideranças Educacionais

Yan Sampaio

Yan Sampaio

Atendimento e Suporte Tecnológico

Carla Vila

Carla Vila

Consultora - Líder do Programa Internacional South-South

Renée Esquillaro

Renée Esquillaro

Consultora - Assistente do Programa Internacional South-South

Contamos, ainda, com a orientação de grandes lideranças na área social, política e empresarial, que nos apoiam na definição de diretrizes, posicionamentos, programas, investimentos e estratégias de sustentabilidade.

Azad Oommen

Co-fundador da Global School Leaders

Camila Pereira

Diretora de Educação da Fundação Lemann

Cleuza Repulho

Diretora de Relações Institucionais do Instituto Gesto

Denis Mizne

Diretor Executivo da Fundação Lemann

Izolda Cela

Vice-governadora do Ceará

Luiza Trajano

Presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza

Veveu Arruda

Diretor Executivo da Associação Bem Comum

Contamos com o suporte de um grupo renomado de especialistas que nos apoiam científica e tecnicamente, garantindo diversidade, inovação e assertividade na tomada de decisões.

Alexandre Alves Schneider

Alexandre Alves Schneider

Foi pesquisador convidado e professor adjunto na Universidade de Columbia (SIPA). É pesquisador do Transformative Learning Technologies Lab, Escola de Educação da Universidade de Columbia.

André Lázaro

André Lázaro

Diretor de Políticas Públicas da Fundação Santillana no Brasil. Já foi Secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) no Ministério da Educação (MEC), professor na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), na Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e Coordenador Regional do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão Universitária. Possui graduação em Letras, mestrado e doutorado em Comunicação pela UFRJ. É pesquisador da Flacso Brasil e integrante do Laboratório de Políticas Públicas da UERJ (LPP/UERJ).

ver mais
Daniel Domingues dos Santos

Daniel Domingues dos Santos

Professor de Economia da Universidade de São Paulo (USP), coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Economia Social (Lepes) e vice-coordenador do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Neurodesenvolvimento e Saúde Mental da USP. É pesquisador da área de desenvolvimento socioemocional no ambiente escolar, demanda por serviços de atendimento à primeira infância e desenvolvimento infantil. Doutor em Economia pela Universidade de Chicago, mestre em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e graduado em Economia pela USP.

ver mais
Fernando Abrúcio

Fernando Abrúcio

Professor da FGV-SP, onde coordena a área de Educação do Centro de Estudos de Administração Pública e Governo (Ceapg-Eaesp). Foi presidente da Associação Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (Anepcp), pesquisador visitante no MIT (2019-2020), estudando reformas educacionais, e membro do Conselho Consultivo do Todos pela Educação. Publicou vários artigos e livros sobre a educação brasileira,dentre eles o mais recente, em parceria com Catarina Segatto, intitulado Desafios da Profissão Docente - experiência internacional e o caso brasileiro (Editora Moderna). Venceu o prêmio Moinho Santista de Melhor Jovem Cientista Político Brasileiro e ganhou por duas vezes o Prêmio de melhor trabalho em Administração Pública da Associação Nacional de Pesquisa em Administração (Anpad). É Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP).

ver mais
Francisco Soares

Francisco Soares

É professor titular aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Foi presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (Abave), além de membro do Conselho Nacional de Educação (CNE). Recebeu o Prêmio Fundação Bunge de avaliação educacional de 2012, na categoria Vida e Obra. Graduado em Matemática pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mestre em Estatística pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), doutor em Estatística pela Universidade de Wisconsin (EUA), pós-doutor em Educação pela Universidade de Michigan (EUA).

ver mais
Ivan Claudio Pereira Siqueira

Ivan Claudio Pereira Siqueira

Professor na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, membro do Conselho Nacional de Educação (CNE, 2015-2022) e representante brasileiro no Mercosul Educacional (2016-2022). Foi Vice-Presidente (2016-2018) e Presidente (2018-2020) da Câmara de Educação Básica do CNE, presidente interino do CNE (jul. e ago. 2020), Conselheiro no Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (2019-2020). Doutor em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP). Especialista em Música e História da Arte pela Berklee College of Music (EUA). Graduado em Letras (Português e Inglês) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP).

ver mais
Jorge Lira

Jorge Lira

Coordenador do Centro de Excelência em Políticas Educacionais e professor titular do Departamento de Matemática da Universidade Federal do Ceará. Coordena projetos de avaliação educacional, implementação curricular e formação de competências profissionais no ensino de Matemática. Atualmente, é Cientista-Chefe em Educação Básica no Estado do Ceará (UFC/Funcap/Seduc).

ver mais
Kátia Schweickardt

Kátia Schweickardt

Professora na Universidade Federal do Amazonas, Consultora Especialista do Instituto Gesto, idealizadora do Programa Plantar Educação, membro dos Conselhos Consultivos da Associação Nova Escola, da D3E - Dados para um Debate Democrático na Educação e do Movimento Nacional pela Base, Consultora Especialista do Todos pela Educação, membro do Comitê Técnico do Centro Lemann Brasil, membro do Conselho Administrativo da Fundação Amazônia Sustentável e Fellow da Fundação Lemann. Autora do livro Faces do Estado na Amazônia: entre as curvas do Rio Juruá.Ex-Secretária Municipal de Meio Ambiente (2013-2015). Ex-Secretária Municipal de Educação de Manaus (2015 a 2020). Graduada em Agronomia e Ciências Sociais, Mestrado em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas e Doutorado em Sociologia e Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Visiting Scholar no Teachers College na Columbia University entre 2019-2020.

ver mais
Lara Simielli

Lara Simielli

Diretora de Conhecimento Aplicado do D3e (Dados para um Debate Democrático na Educação) e Professora do Departamento de Gestão Pública da Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV). É Mestre e Doutora em Administração Pública pela EAESP/FGV.

ver mais
Márcia Lima

Márcia Lima

Professora do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP) e pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), onde coordena o AFRO-Núcleo de Pesquisa e Formação em Raça, Gênero e Justiça Racial. Pós-Doutorado na University of Columbia (2011-2012) e Visiting Fellow no Afro-Latin American Research Institute (ALARI) do Hutchins Center for African and African American Studies na Universidade de Harvard (2016-2017).

ver mais
Mariana Souto-Manning

Mariana Souto-Manning

Presidente do Instituto Erikson. Foi professora de Educação Infantil e diretora dos programas de Educação Infantil e Educação Especial na Primeira Infância no Teachers College, da Universidade Columbia (EUA). Suas pesquisas se concentram nas desigualdades e injustiças no ensino da primeira infância e na formação de professores.

ver mais
Mauricio Ernica

Mauricio Ernica

Professor da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atuou em projetos de intervenção e pesquisa do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) e da Fundação Tide Setubal. É graduado em Ciências Sociais, na Universidade de São Paulo (USP), mestre em Antropologia Social (Unicamp) e doutor em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, na Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), tendo realizado parte de sua formação na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Genebra.

ver mais
Mauricio Holanda Maia

Mauricio Holanda Maia

Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério do Planejamento (MPOG), foi ex-Secretário de Educação do Estado do Ceará, ex-Secretário de Educação de Sobral (CE) e Consultor Legislativo da Câmara Federal para a área de Educação, Cultura e Esporte. É graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), com mestrado e doutorado em educação na Universidade Federal do Ceará (UFC), onde foi professor (1998-2002).

ver mais
Paulo Blikstein

Paulo Blikstein

Professor na Universidade de Columbia (EUA), diretor do Transformative Learning Technologies Laboratory (tltlab.org) e da Iniciativa Paulo Freire. Especializado no ensino das disciplinas STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática), computação e educação “maker”. F, foi fundador e diretor do Centro Lemann de Stanford. Possui Ph.D. em Learning Sciences pela Northwestern University (EUA), mestrado em pelo MIT Media Lab (EUA), mestrado em Engenharia Eletrônica e bacharelado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade de São Paulo (USP).

ver mais
Rodrigo Hübner Mendes

Rodrigo Hübner Mendes

Fundador do Instituto Rodrigo Mendes. Membro do Young Global Leader (Fórum Econômico Mundial), empreendedor social da Ashoka, colunista do portal UOL, também trabalha como consultor para a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e para o governo de Angola. É bacharel em Administração de Empresas e mestre em Gestão da Diversidade Humana pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

ver mais
Sandra Gouretti Unbehaum

Sandra Gouretti Unbehaum

Coordenadora do Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas (FCC). Vice-líder do Grupo de Pesquisa Gênero, Raça/Etnia: Educação, Trabalho e Direitos Humanos da FCC e membro do Grupo de Pesquisa Estudos de Gênero, Educação e Cultura Sexual (EdGES) da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Atuou na ONG ECOS – Comunicação em Sexualidade. É graduada em Sociologia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), mestre em Sociologia pela USP e doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP).

ver mais
Tatiane Cosentino Rodrigues

Tatiane Cosentino Rodrigues

Professora na disciplina Didáticas e Educação das Relações Étnico-Raciais no curso de Pedagogia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Coordena o Projeto de Extensão Laboratório de Práticas Pedagógicas em Educação das Relações Étnico-Raciais. Desenvolve as pesquisas “Transnacionalismo e proposta curricular para a educação das relações étnico-raciais e da diferença no Ensino", "Os impactos das ações afirmativas na vida acadêmica e profissional de estudantes negros(as) egressos(as) do sistema de cotas" e "Conhecimento, pesquisa e inovações curriculares na formação de professores para diversidade étnico-racial no ensino superior: questionamentos e contribuições das matrizes étnico-raciais e culturais, de saberes africanos e afrodescendentes”. É pedagoga, mestre em Ciências Sociais e doutora em Educação pela UFSCar.

ver mais

Perguntas frequentes

Centro Lemann

© 2021 – Centro Lemann - Todos os direitos reservados

Rua dos Pinheiros, 870 - Pinheiros - São Paulo - SP. Cep: 05422-001

Rua Menino Deus, 392 – Centro – Sobral, CE

Política de Privacidade

Desenvolvido por